O segundo dia da 12ª edição do Festival Dezindie começou com mesas de conversa.

Na primeira, Natalia e Chris, responsáveis pela produção da Feira Apricot, apresentaram a história da feira e como suas trajetórias individuais relacionadas à arte as levou a encabeçarem um projeto que, em dois anos, já movimentou  e articulou muitas dezenas de artistas.

Em seguida, Duda e Gabriel Coiso se juntaram a Caio Costa e Alexandre Lima para uma conversa sobre a trajetória do Festival Dezindie e do Poranduba Coletivo Cultural. Não são poucas as histórias envolvidas em um festival de artes independentes e alternativas que já dura 15 anos e toma fôlego para a 13ª edição.

Para fechar a abertura deste dia do Dezindie, uma mesa discutindo uma série de questões relacionadas à manutenção de espaços voltados às bandas independentes em Mogi das Cruzes, com membros do Poranduba, Wendell (proprietário da DigiClub) e Marcelo (proprietário do Estúdio The Moon).