Com muito orgulho começamos mais uma edição do Festival Dezindie, reduzida e remota, mas com o mesmo refinamento das anteriores.

Esta edição do Dezindie começou com uma fala da Nathalia Mota, criadora da Feira Apricot, que, pela segunda vez no Festival, abre espaço para que você acesse este link e conheça (e compre) produtos artísticos e artesanais de 24 artistas do Alto Tietê.

Marcos Favela, diretamente do Jardim Esperança, Mogi das Cruzes, bateu um papo com Gengidalva e Genginalva, do Teatro da Neura, compartilhando diferentes experiências de sua carreira de três décadas no Rap, inclusive o recente recebido Prêmio História da Música Mogiana. Desigualdades, lutas e movimentos sociais, veganismo e outros projetos de transformação e libertação do mundo foram parte do papo.

Vídeo clipes de suas músicas apresentaram as batidas e narrativas que o artista constrói sobre a vida na realidade urbana mogiana e brasileira.

Ainda durante a apresentação de Marcos, ele, Gengidalva e Genginalva criaram uma divertida rima freestyle ao vivo.