Jaqueline Phelipini

-

Jaqueline Phelipini segue a jornada da maternidade solo entrelaçando a arte fotográfica ritualística e jornalística, circulando como projetista, produtora e comunicadora audiovisual, circulando por diversos conceitos tecendo um olhar documentarista, crítico e sensível. Impulsionando esse movimento criativo a 8 anos e parindo novas linguagens, como o projeto “Pulsantt” - @pulsantt - registros durante uma vida nômade no Nordeste do Brasil.

PLANTULA

"PLÂNTULA" é a primeira fase de crescimento das plantas, a germinação da semente até a formação das primeiras folhas - o crescimento e integração são influenciados pela fertilidade do solo, condição fitossanitária e hídrico. Entrelaçando com o primeiro ciclo da vida do ser humano, que é a infância - o amadurecimento da psique e do corpo são influenciados pelas condições sociais e culturais. Refletir sobre esses processos evolutivos nos levam a sentidos em comum. O projeto resgata uma visão não-folclórica da realidade de crianças indígenas que vivem em contexto urbano, território não-tradicional, expondo re conditos de conflitos que dialoga com contornos profundo da cultura periférica, sendo uma vertente da luta das famílias e crianças que vivem nas margens da cidade. Ocupar e resistir!

A exposição circulou e se instalou em pontos culturais nas periferias de São Paulo, como, Sarau Con`vida no Instituto Anchieta Grajau, Slam do 13 no Terminal Santo Amaro, Ocupa Ouvidor 63 (Maior ocupação artística da América Latina), Sarau Ancestral no Atelie Nu Ventre, Epifania Cultural, Instituto Reação Arte e Cultura, Ocupação Cultural Ermelino Matarazzo, Casa de Cultura Raul Seixas, Casa da Luz, Red Bull Station e algumas escolas publicas da Zona Leste e Sul.